fbpx

Dia mundial do coração

Dia mundial do coração
17 de setembro de 2017 alphajorstudio

Neste dia Mundial do Coração, é um boa data para celebrarmos e lembrarmos do órgão que o tempo todo está batendo por nós. Este pequeno órgão musculoso, chamado de coração, é capaz de bombear cerca de 5 litros de sangue para o corpo, num tempo recorde 45 segundos (repouso); são 70 batidas por minuto, distribuindo sangue para 75 trilhões de células e irrigando todos os órgão vitais.

Impressionante não é mesmo? Porém, para que continue trabalhando bem e realizando o milagre da distribuição de sangue e oxigênio no nosso organismo, é preciso que o tratemos com carinho.

Cuide bem do seu coração

Um coração sadio é reflexo de um corpo sadio. Por isso, manter hábitos saudáveis trazem benefícios para o corpo e consequentemente para o coração. Se você não sabe como manter o seu coração batendo forte e no ritmo certo, aqui vão algumas dicas que podem ajudar você:

Pratique Exercícios Físicos – A prática de exercícios físicos fortalece o coração, melhora a circulação, diminui a pressão arterial, e assim ele não precisa fazer tanto esforço para manter a circulação sanguínea.
Alimentação Equilibrada – Adote uma dieta com alimentos mais saudáveis com: Grãos, fibras, castanhas, frutas, legumes, verduras, peixe e frango. Deixe de consumir fast foods, embutidos, muito carboidratos, comidas com alto teor de gordura e açúcar.

Evite Bebidas Alcoólicas e refrigerantes – Embora, muitos cardiologistas afirmem que beber vinho faz bem ao coração, o excesso de qualquer bebida alcoólica pode aumentar o colesterol ruim. Evite também refrigerantes, que pode ser substituído por sucos naturais, e é claro, a boa e conhecida: água.

Pare de fumar – Quem fuma tem três vezes mais chances de sofrer um infarto do que um não fumante. Dentro de um cigarro há muitas substâncias nocivas que facilitam o processo de adesão de placas de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos e contribuem para a formação de coágulos nas artérias, provocando infartos e AVCs.

Evite o estresse – Um verdadeiro desafio nos tempos atuais, mas o melhor é evitar situações estressantes que levam a produção de adrenalina e corticoides, causadoras de arritmias, aumento da pressão arterial, riscos de trombose e coagulação sanguínea.

Controle o peso corporal – Sobrepeso e obesidade podem colocá-lo no grupo de risco de doenças cardíacas.
Mulheres fumantes devem evitar o uso de anticoncepcionais – O uso contínuo de contraceptivos orais deve ser evitado por mulheres fumantes, pois aumenta o risco de infarto, AVC e trombose.

Cuide da sua higiene bucal – Estudos realizados pelo Instituto do Coração (Incor) apontam que cerca de 40% dos pacientes com doenças cardíacas tinham condições de higiene bucal inadequadas. Escove os dentes sempre depois das refeições e visite regularmente um dentista.

Visite um cardiologista – Procure consultar-se com um cardiologista periodicamente, as orientação dele irá te auxiliar a mudar hábitos de saúde, prevenir doenças e garantir sempre que seu coração tenha vida longa.

Doenças que fazem o coração sofrer

Em pesquisa divulgada no ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que as doenças do coração são as principais causas de mortes no Brasil, com cerca 90 mil óbitos registrados. As doenças do coração mais comuns são: infarto, doença vascular periférica, acidente vascular cerebral (AVC) e morte súbita. Sem contar nas outras doenças que podem ser fatais e que estão diretamente relacionadas ao surgimento de hipertensão arterial (pressão alta), diabetes (açúcar) e os altos níveis de colesterol (gordura) no sangue.

Como saber se é um infarto e o que fazer?

O infarto do miocárdio tem sintomas bem definidos e a primeira pista de que a pessoa pode estar sofrendo um infarto é o grande desconforto causado por dor intensa no centro do peito. Outros sintomas são:

• Dor para a mandíbula, pescoço, ombros e braços (principalmente do lado esquerdo);
• Falta de ar;
• Sensação de desmaio;
• Suor excessivo;
• Náusea e vômitos.

O que fazer caso você ou outra pessoa esteja apresentando os sintomas de Infarto?
A melhor coisa a fazer, ao perceber os primeiros sintomas, é procurar socorro imediatamente, chame o serviço de emergência e enquanto a ajuda médica não chega, você pode:

• Tranquilizar e aquecer a vítima do infarto;

• Dê-lhe um comprimido de aspirina, que ajuda a prevenir coágulos sanguíneos; desde que a pessoa não apresente dificuldades para engolir e não seja alérgica ao princípio ativo da aspirina (ácido acetilsalicílico). Salvo orientações médicas, não lhe dê nada de comer ou beber.

• Se a vítima desmaiar verifique sua respiração e seu pulso. Na ausência desses sinais vitais, comece imediatamente os procedimentos de reanimação cardiopulmonar (massagem cardíaca e respiração) e até o serviço médico chegar.

Se estiver acontecendo com você
• Você deve tossir com força, profunda e prolongadamente, várias vezes. Não se esqueça de inspirar antes tossir;

• Tome um comprimido de aspirina. (Seguindo a mesma indicação e recomendação no caso de atender outra pessoa);

• Procure ajuda para rápido transporte a um hospital.

Com essas informações você pode salvar uma vida.

Fontes: Site Coração Alerta, Instituto do Coração, Organização Mundial de Saúde e Sociedade Brasileira de Cardiologia.
Jornalista: Izabel Martins

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*